AS FASES DA LUA, VOCÊ CONHECE TODAS ELAS?

Por: Eminho Giglioti

Coordenador da Divisão Lunar da A.A.P.

Sabemos que a Lua tem suas fases bem conhecidas, ou as mais conhecidas, mas além das quatro fases mais populares como a "Nova, Crescente, Cheia e Minguante, ela também apresenta mais algumas, que algumas pessoas ainda desconhecem e tudo isso se dá ao movimento paralelo ao redor da Terra chamado de "revolução".

Podemos dizer que ao caminhar percebemos que a Lua nos acompanha mas, assim como a Terra, ela está em constante movimento orbital ao redor do Sol, e se completa a cada 28 dias e conforme este ciclo avança temos então suas fases que vão se modificando ao longo dos dias sempre que observamos sua evolução e apresentam mais do que quatro fases daquelas que aprendemos remotamente numa simples aula.

Por não possuir luz própria e ser iluminada pelo Sol, a luz que vemos é o reflexo da luz solar na sua superfície e combinada à sua órbita formam as fases mais conhecidas.


Então vamos em frente e conhecer as outras fases:


1- LUA NOVA


É o momento em que não se vê a Lua devido à sua posição no céu, ou seja, sua face iluminada está toda voltada para o Sol e por esse motivo não visualizamos, devido à forte intensidade do brilho solar não podemos ver nem o lado escuro pois está ofuscado.


2- LUA CRESCENTE


Nesta fase a Lua começa a aparecer de forma discreta e apenas um filete da sua superfície fica visível, chamamos de Lua côncava, isso porque ela não tem cantos e sua forma se assemelha a um lindo sorriso no céu, começa aí então as observações.


3- QUARTO CRESCENTE

Neste momento a Lua atinge 90° na posição em relação a Terra, assim apenas 34% de sua superfície estará visível para nós, neste ponto de sua aparência os observadores aproveitam o momento para registrar sua superfície por meios de astrofotografia e por equipamentos ópticos, pois seus relevos e contrastes se tornam bem visíveis dando riqueza de detalhes da sua geografia por onde as sombras criadas dão o toque especial para os astrofotografos.


4- CRESCENTE GIBOSA

Nesta fase a Lua entra no momento de transição entre o quarto crescente e a fase cheia da Lua, o período é marcado pela sua aparência quase cheia quando está atingindo sua totalidade, ela pode ser chamada também de Lua crescente convexa, mesmo com sua fase atingindo quase a sua totalidade ainda é possível registrar muitos detalhes na sua geografia que ainda ocorre devido às sombras provocadas pela luz solar mas, por outro lado sua intensidade de brilho refletido atrapalha nas observações do céu e seus astros menos brilhantes.


5- LUA CHEIA


Esta fase acontece quando a iluminação na sua superfície chega a sua totalidade, ou seja, 100% iluminada, às observações celestes acabam por fim sendo prejudicadas e muito, devido ao intenso brilho de sua superfície ofuscando astros menos brilhantes e principalmente aqueles mais próximo, bem vista por ser um astro que reflete um brilho intenso de luz solar ela ilumina as noites escuras em localidades de pouca iluminação artificial e campos de regiões rurais, influência de marés e objeto dos apaixonados a Lua cheia sim, tem seus efeitos positivos além de ser um astro de cobiça por pesquisadores, cientistas e astrônomos que a séculos vêm buscando explicações para sua existência.


6- MINGUANTE GIBOSA


Nesta fase podemos também chama-la de minguante convexa, esta etapa é o ciclo que marca a transição da fase cheia para a fase quarto minguante, sendo assim sua luminosidade começa a diminuir gradativamente ao passar dos dias, começam então aparecerem novos detalhes de seu relevo na superfície e os contrastes vão se tornando mais aparentes e visíveis para os observadores.

Nesta fase temos os opostos de fases, pois a minguante gibosa é o oposto de crescente gibosa.


7- QUARTO MINGUANTE

Nesta fase apenas metade da sua face voltada para nós está iluminada devido ao seu posicionamento com relação a Terra e o Sol, seus detalhes geográficos se tornam ainda mais visíveis como suas crateras de impacto, montanhas, vales, mares entre outros, são alvos de astrofotografia que revelam ótimos detalhes da superfície e o céu profundo começa a ser mais visível devido a diminuição do brilho refletido pela Lua que nas fases mais iluminada impede boa parte das observações.


8- LUA MINGUANTE

A Lua minguante também pode ser chamada de minguante côncava e se concretiza pela etapa em que a porção visível da Lua vai se tornando gradualmente menor até desaparecer por completa no céu, então após esta fase terminal do ciclo tudo começa novamente.


Entenda um pouco como saber em que fase a Lua se encontra em determinada época do mês podendo dar como exemplo as fases crescente e minguante;

Crescente ao entardecer a borda iluminada estará voltada para oeste e ao amanhecer a borda iluminada estará voltada para leste.


Outra curiosidade é o efeito espelho que tornam as observações diferentes nos hemisférios norte e sul, pois as porções iluminadas se invertem no ponto do observador quando estiverem ao mesmo tempo em diferentes hemisférios.


Então tudo certo sobre as fases da lua? Como vimos, as fases não se resumem apenas em quatro ciclos mas sim em oito, e ainda há muito o que saber sobre nosso satélite natural e vamos em busca dessas descobertas para que um dia possamos entender tudo sobre suas características e origem.




23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo