NOSSO SATÉLITE NATURAL

Eminho Giglioti

Coordenador da Divisão Lunar da A.A.P.

Como sabemos a lua sempre teve um papel importante na astronomia observacional, mas também foi objeto de diferentes culturas e mitos ao longo dos séculos.


Entre elas estão as estão as colheitas, marcação do tempo, os plantios, as alterações nas marés que é decorrente da força gravitacional que causa um efeito conhecido popularmente como "puxão" e que também é responsável por manter a Terra em seu eixo durante a sua rotação evitando que sofra mudanças.


As cores populares citadas em muitas páginas, blogs entre outros canais que utilizam da informação errônea para atribuir as cores ao fato e assim divulgar uma falsa ideia não explicam o porque desses adjetivos usados hoje na observação lunar, a lua "rosa por exemplo é uma combinação de fatos da época em que se colhiam flores conhecidas como "Phlox Subulata" e que tem como cor própria o rosa, nativa do leste dos Estados Unidos da América era colhida na primavera e que coincidia com a fase cheia da lua e daí vem o nome "Rosa" atribuído à Lua.


Assim outros nomes ou adjetivos foram aplicados tais como; Lua de Sangue que se deu através de eclipses totais nomeada pelos "Incas, Mesopotâmicos, Hindus entre outros povos da antiguidade. A lua "Azul" foi atribuída ao mito dos contos do tão famigerado "Lobisomem", ou seja pura cresça ou mito o que é o mais correto.


A Lua foi alvo de principais países na exploração espacial e que deu origem a corrida espacial entre a antiga União Soviética e os Estados Unidos da América, isso teve importância significativa para esta corrida espacial quando a URSS mandou o cosmonauta Yuri Gagarin para a órbita da terra em Abril de 1961 a borda da Vostok 1 e do satélite Sputnik 1, sem deixar por menos os EUA manda o homem à lua através da missão Apolo 11, mostrando que sua ambição e conquista espacial iam além de uma simples órbita terrestre e se manteve até a Apolo 17.


As missões lunares hoje são bem diversas e promovidas por vários países que buscam deixar seus nomes e legados na história espacial. Atualmente a missão mais esperada é a "Artêmis" que levará o homem à lua novamente em 2024 e com uma mulher astronauta a bordo o que é um fato inédito e histórico.


A Lua também é um astro muito cobiçado pelos astrofotógrafos e observadores, na astrofotografia podemos revelar as verdadeiras cores da superfície lunar através de uma sequência de trabalhos realizados e que nos dão os fatos devidamente reais e por que é colorida, pelas composições químicas existentes na superfície como por exemplo; Titânio, Basalto, Cálcio, Magnésio entre outros, como na foto desta postagem feita pelo astrofotografo "Andrew McCarthy" que somou 150.000 fotos num trabalho de empilhamentos e edições pra que as cores fossem realçadas, pois nossa visão não tem a capacidade de enxergar tais cores devido a luz solar refletida pela lua e somente a luz branca chega aos olhos.


Resumindo, ainda existem muitas e muitas matérias, artigos, pesquisas, histórias a serem mostradas pois muito já foi feito pra isso mas, podemos dizer que : suas características fundamentais como as cores, componentes químicos, força gravitacional, marcador de tempo, base para plantio colheita, cultivos de flores efeito da marés entre outros, devemos ser coerentes e aceitar os fatos de que a ciência jamais faria uso de mitos e folclores pra estudar um astro de suma importância para nós e que as falsas ideias e os mitos devem cada um ter seu lugar certo, ou seja ; cada qual no seu quadrado,, pois uma ciência séria é aquela que move a educação e nos rende frutos, então vamos deixar os mitos e adjetivos de lado pois não fazem parte da ciência, história e nem da astronomia observacional, façamos com que a ciência seja apreciada por todos.


E você, já olhou pra lua hoje?

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo