O Artista e o Dr. Einstein

Divisão Artes & Ciência da A.A.P.

A fascinação que a Ciência moderna exerce sobre o artista Cornelis Escher vista na litografia acima chamada "Relatividade", retrata construções impossíveis, e preenchimento regular do plano com explorações do infinito e as metamorfoses. Praticamente são padrões geométricos entrecruzados que se transformam gradualmente para formas completamente diferentes.


Na imagem, cada um destes personagens sem rosto se move como se soubesse o seu caminho. Einstein disse:

"Parece não haver no Universo um padrão fixo pelo qual o homem possa julgar o movimento 'absoluto' de qualquer sistema em movimento".

Cornelis Escher nasceu em 17 de junho de 1898, e faleceu em 27 de março de 1972. Ele foi um artista gráfico holandês bastante conhecido pelas suas xilogravuras, litografias e meios-tons (mezzotints), que tendem a representar. Uma de suas frases marcantes, e que merece muitas reflexões foi:

“Deus não pode existir sem o mal, e desde que se aceite a ideia da existência de Deus, tem-se de aceitar, também, a do mal. É uma questão de equilíbrio. Esta dualidade é a minha vida".


A.A.P.

68 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo